2.jpg
Layer 6 copy.png
Layer 13.png

O Grupo de Oração e Esperança (GOE) é uma organização não governamental, com personalidade jurídica própria e co-financiada pela Secretaria Municipal de Educação (SME) e integra o Sistema Municipal de Ensino de Campinas. Tem como Mantenedora Igreja do Nazareno Central de Campinas.

A história do Grupo de Oração Esperança começou em 1977 com o Lar Infantil “Irmã Maria Antônia” que era um dos projetos da Associação Beneficente Filantrópica Grupo de Oração Esperança. Essa Associação nasceu com a finalidade de trabalhar com mulheres da rua, procurando conduzir essas mulheres para uma vida com dignidade e, assim, conquistarem o seu lugar na sociedade.

Com o passar dos anos, passou a atender mulheres grávidas, abandonadas, que vinham pedir ajuda e, muitas vezes, eram encaminhadas pelo Juizado de Menores.

Com o atendimento a tais moças, surgiu a necessidade de uma Creche, onde as crianças seriam colocadas para que suas mães pudessem trabalhar.

Essa Creche foi adquirida através da freira, Irmã Maria Antônia que dirigia duas creches distintas: uma com 20 (vinte) crianças e um orfanato com 65 (sessenta e cinco) crianças. Porém com o falecimento da irmã Maria Antônia, o Dr. Jorge Raful, mantenedor do orfanato, solicitou auxílio, propondo que o Grupo de Oração Esperança assumisse o orfanato deixado pela Irmã.

Como a Entidade Grupo de Oração Esperança não tinha condições para manter o Orfanato, aos poucos o local foi transformado em Creche, com atendimento em período integral. Dessa forma, essa creche era o lugar onde as moças grávidas, após o parto, deixavam seus filhos para trabalharem.

Durante esse período, era feito um trabalho social direcionado para a recolocação profissional e social dessas mulheres e adolescentes, e também, orientação para que elas se organizassem e se estruturassem para cuidar da criança.

Nossa História

Então, a partir de fevereiro de 2018, o Grupo de Oração Esperança passou a ser administrado pela diretoria da Associação Nazarena Assistencial – ANA, que veio para agregar valores morais e éticos e dar continuidade ao trabalho social e educacional que há anos vinha sendo desenvolvido.

 

Atualmente o GOE/ANA   é responsável pelo atendimento e manutenção de 4 escolas, atendendo um total de 868 (oitocentos e sessenta e oito) crianças em período integral e/ou parcial, na idade de zero a 5 anos e onze meses de idade.

Confiados no desejo de oferecer sempre o melhor para as crianças, a Instituição trabalha a fim de aumentar o potencial, ampliando assim as possibilidades de melhoria do trabalho hoje oferecido à comunidade.

Layer 9.png